Todo mundo ri

24 de dez de 2009
Tem Caetano, todo mundo gosta.
Quando cai, todo mundo ri.

E tem Tom Zé, apoteose virtuosa.
Estrondo de espuma transcendente;
Tom Zé que ninguém conhece
Quanto inventismo!, todo mundo ri.