Junto, grudado e distante

6 de jan de 2010
Abraço de rio comprido
Riso de lago quieto
Voando, cai perto
E se afasta na correnteza...
É distância de pedaço pouco
De certeza acabada no vento
É grude eterno-passageiro
É adeus breve de momento.

Seu Lixo

Pedaço imundo e sujo
De lixo do mundo imundo
Vasto mundo, tanto lixo
Tanto lixo, varre o mundo
Pro fundo, bem pro fundo
No convergir do "sem"
Tanto lixo, pouco mundo
Pouco fundo mundo tem