Pernas.

22 de mar de 2010
Pernas, são elas
As donas da corrida armamentista.
Pernas, sempre elas
Carentes de um ismo
Afogadas nuas num abismo de saias.
Viva o pernismo!
Que nunca caia.
O pernismo nunca
Mas que caia a saia!
Se descobertas as pernas
Ficarão livres da ilusão
Da calça?

1 comentários:

Joanna disse...

Praticamente uma psicografia forçada em mesa de bar.
Peço tanto a Deus por uma parceria... um dia, quem sabe... amém!