A sorte da gota no escuro.

30 de dez de 2009
A gota no escuro lamenta sua sorte. Tão próxima do limbo, primo-irmão da morte. Sôfrega sente e camufla sua dor miserável. É afável o destino que a cerca, a faz secar, ser mancha. Sem cor, sem vida.

2 comentários:

Joanna disse...

Que gota é essa?! :O
Precisa responder não, tá, beim?

O Verme Verde disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk